coronavírus-no-mercado-de-eventos
Tendências em eventos | 5 minutos de leitura

Coronavírus no mercado de eventos: seu impacto e consequências


Estamos vivendo um momento de muita preocupação diante dos recentes acontecimentos acerca do surgimento do novo Coronavírus (COVID-19). A família de vírus, que causam infecções respiratórias, teve um novo agente descoberto no último mês de Dezembro na cidade de Wuhan e foi capaz de abalar os 5 continentes, suas economias e, consequentemente, o mercado em que estamos inseridos: o dos eventos.

O que é o Coronavírus?

O vírus, primo do vírus da SARS (doença respiratória contagiosa que apareceu em 2002 na China e extremamente agressiva), pode resultar em uma doença do trato respiratório superior de leve a moderada, semelhante a um resfriado comum. Em um cenário paralelo, aqueles que possuem um sistema imunológico enfraquecido, idosos, portadores de doenças crônicas ou pessoas que enfrentam o tratamento do câncer há uma chance do vírus causar uma pneumonia ou levar a óbito.

Um dos fatores agravantes do vírus é o início silencioso. Ele tem um período médio de incubação de 5 dias (entre infecção e manifestação dos sintomas), podendo variar até 2 semanas. Dados preliminares já apontam que mesmo sem sintomas a transmissão pode ocorrer. As vias de transmissão conhecidas são gotículas de saliva, espirro, tosse, contato pessoal próximo (abraços, apertos de mão, beijo), além do manuseio de objetos ou superfícies contaminadas, seguido de contato com a boca, nariz ou olhos.

Hoje, todas as pessoas não são somente responsáveis pelo cuidado com a própria saúde, mas também com a dos seus próximos. Ao adotar medidas que evitem a disseminação da doença, não colocamos grupos de risco em provável contágio da mesma. Muitas empresas estão trabalhando remotamente há alguns dias aqui no Brasil e a Europa tem quase todos os países em quarentena, em alguns casos precisando de autorização para sair de casa (como na França) ou dando multas para os cidadãos que saem das suas residências sem necessidade (conforme vemos na Itália).  

Qual o impacto do Coronavírus no Mercado de Eventos?

A UFI, The Global Association of the Exhibition Industry, lançou um comunicado dizendo que até o dia 10 de março mais de 500 feiras tinham sido canceladas ou adiadas no mundo, resultando numa perda econômica de aproximadamente 16 bilhões de dólares. Nos Estados Unidos foi lançado, no dia 16 de março, um comunicado da CDC com direções sobre os eventos nos Estados Unidos.

Grande parte dos organizadores de eventos que possuíam eventos confirmados para as próximas semanas precisaram tomar decisões extremamente importantes e impactantes para esse ano. 

Muitos eventos adiados ou sem previsão de acontecer (cogitando datas para somente o próximo ano), participantes cancelando seus ingressos, fornecedores preocupados com a situação e tendo que flexibilizar o quanto é possível… um verdadeiro caos!

Percebemos, analisamos e estudamos os impactos, majoritariamente negativos, assim que o mercado entendeu um pouco melhor da seriedade do coronavírus, 3 cenários foram desenhados:

  • cancelar o evento
  • adiar o evento
  • pivotar um novo modelo de evento

Sabemos que nenhum desses cenários nos dá uma posição de conforto, alguns nos dando mais calafrios do que outros,  mas o mercado de eventos é um mercado imprevisível, dinâmico e nos faz afrontar os nossos medos.

O cancelamento é o pior desses cenários. É o mesmo que você juntar todo o seu planejamento + relacionamento com participantes e fornecedores +  credibilidade com a empresa ou o cliente para quem você está organizando o evento e colocar no lixo.

Nenhum projeto deve ser descartado nem ser passível de alguma decisão no calor das preocupações, mas cuidado com muito carinho e analisado com muita precisão.

O adiamento de um evento dá a possibilidade de um breve respiro entre a data planejada e a nova a ser executada, mas traz por trás dessa decisão um jogo de cintura gigantesco com os fornecedores e patrocinadores do evento.

Mas com a visão de apenas a ponta do iceberg, fica o questionamento: adiar até quando? Será que a nova data escolhida tudo terá se normalizado? Nós não sabemos quando tudo voltará ao normal e nem se o comportamento do mercado estará igual ao momento que tomamos essa decisão.  Uma série de questionamentos e muitos deles sem resposta. 

O que vai acontecer com todos os eventos adiados?

Uma das grandes propostas para esse momento é explorar um lugar que ainda é bem desconhecido por boa parte dos eventos: o ambiente virtual. Os eventos online e híbridos tem ganhado cada vez mais espaço no mercado, mas ainda de uma maneira tímida e comendo pelas beiradas.

O mundo tem vivido uma intensa revolução digital que acaba direcionando o caminho dos eventos. Esse caminhar mostra como as propostas de eventos offline e online estão totalmente alinhados. Investir em eventos assim é um passo importante para o nosso setor, além ter como objetivo alcançar cada vez mais pessoas!

Checklist

Como saber se meu evento precisa de tecnologia para ter sucesso?

5 passos para conquistar patrocínio fácil para seu evento!

4 dicas de marketing digital para o seu evento online

Hora de se reinventar

Como comentou Solaris: “Se você não pode assumir o risco de esperar, vá para o online.” É um caminho novo? Certamente, mas são de situações como essa que novas oportunidades surgem. É tempo de colocar a mão na massa, estudar, conhecer e investir. Dessa forma teremos o futuro nas nossas mãos: o evento sair do offline para o online. 

A mobLee está lançando diariamente uma newsletter, não só para te atualizar sobre como anda o coronavírus em nível nacional e mundial e o seu impacto no mercado de eventos, mas para te ajudar a lidar com ela.⠀

  • Como viabilizar eventos online;⠀
  • Tendências mundiais pro mercado de eventos;⠀
  • Estratégias de marketing;⠀
  • Tecnologia como ferramenta estratégica.

Queremos ajudar organizadores de eventos a superarem esse momento, a se reinventarem e a criar um mercado mais unido. Esse é nosso propósito!

Quer receber a Newsletter diária sobre Coronavírus no mercado de eventos? Clique aqui


Compartilhe esse conteúdo!

Uma caixa de correio representando a caixa de entrada de email

Ei, quer nossos conteúdos direto na sua caixa de entrada?

Mais de 25.000 empresas já recebem os nossos conteúdos gratuitos sobre produção e organização de eventos. Cadastre-se agora, receba também!