Aplicativo nativo, web app ou site responsivo?
Tecnologia em eventos, Tendências em eventos | 9 minutos de leitura

Aplicativo nativo, web app ou site responsivo? Você sabe a diferença?

Saiba o que são sites responsivos, web apps e aplicativos nativos e suas principais diferenças


Antes de iniciar qualquer discussão nesse assunto, precisamos partir do seguinte pressuposto: muitos organizadores de eventos — se não a maioria — não sabem qual é a diferença entre um site responsivo, um web app e um aplicativo nativo.

Sabem apenas que o seu evento precisa de algum tipo de solução mobile, como é o caso do aplicativo para eventos.

Mas diferentes eventos demandam diferentes soluções, e o mercado está abarrotado de fornecedores tentando convencer a todos de que a sua solução é a definitiva.

Algumas empresas, por exemplo, trabalham com o desenvolvimento de aplicativos nativos, mas é importante ter em mente que, nem sempre, eles serão a solução adequada a certas necessidades.

Afinal, ao contrário do que muitos costumam pensar, essa é uma discussão que não precisa ter vencedor ou perdedor — o importante é que você seja capaz de realizar uma escolha consciente e apropriada.

Só assim todos ficarão felizes: organizadores, desenvolvedores e, o mais importante, o público do seu evento.

Deixando de lado todo o linguajar técnico, afinal:

  • O que são sites responsivos, web apps e aplicativos nativos?;
  • Quais são as suas diferenças, vantagens e desvantagens?;
  • Ou, ainda, se quiser pular diretamente para parte em que você descobre qual é a solução mais interessante para o seu evento.

Confira tudo que preparamos para você:

Os sites responsivos: principais características

animação representando como um site responsivo funciona

Quantos dispositivos diferentes você costuma usar para acessar a internet? Talvez utilize um tablet enquanto está deitado no sofá de casa, um notebook ou computador de mesa no seu trabalho, ou, ainda, seu smartphone na fila do banco.

Cada um desses dispositivos têm telas de diferentes dimensões e que, portanto, comportam diferentes quantidades de informação. Já pensou se você tivesse que desenvolver uma versão do site do seu evento para cada um desses dispositivos?

Até pouco tempo, era comum que eles fossem projetados tendo em conta uma única resolução de tela. Normalmente, ela era escolhida tentando conciliar o uso entre os diferentes dispositivos utilizados.

Como resultado, tinha-se um site que funcionava de maneira razoável na maioria deles, mas raramente aproveitava adequadamente o espaço disponível.

O que desencadeou as mudanças nos sites?

Com a popularização dos smartphones, tornou-se comum a construção de versões de sites otimizados para dispositivos móveis. No entanto, atualmente até mesmo a variação na dimensão das telas de smartphones é grande.

Para resolver o problema, criou-se o conceito de design responsivo, no qual os diferentes elementos que compõem um site são automaticamente reorganizados e redimensionados de acordo com o tamanho da tela do dispositivo que o acessa.

Assim, a experiência do usuário se torna consistentemente melhor e, ao mesmo tempo, elimina-se a necessidade de se desenvolver uma versão móvel do seu site.

Ter um site responsivo já deixou de ser tendência e tornou-se obrigação. É uma maneira de permitir que o participante do seu evento possa ter acesso a uma experiência mobile de qualidade.

Porém, somente tornar seu site responsivo não é suficiente.

Veja abaixo os motivos para deixar o site do seu evento responsivo:

A importância dos sites responsivos para planejamento e organização de eventos

É necessário que você tenha um site próprio para o evento que, além de ser um site responsivo, também seja otimizado para que sua comunicação com o público seja melhor, elevando sua taxa de conversão. Afinal, o seu objetivo é vender mais ingressos online, não é mesmo?

Mas por que o seu evento precisa de um bom site?

Diariamente, várias pessoas podem acessar a página na web e não se inscreverem para participar do evento. Por isso, você precisa ter uma plataforma que ofereça ferramentas para criação de sites com resultados melhores.

Além disso, é de extrema importância que ele esteja com o SEO bem otimizado, de forma que seja melhor ranqueado nos mecanismos de busca, como o Google.

Como criar um site responsivo para o seu evento

Outra coisa de extrema importância é que o site dedicado gere informações em tempo real, facilitando a adaptação ou alteração das suas estratégias, de forma a evitar o desperdício de tempo e aumentar as chances de conversão dos participantes.Imagem de LM - divulgar evento-100

Essas informações também são muito interessantes para ajudar a montar planilhas para organizar eventos mais facilmente, devido à grande quantidade de dados que a página da web fornece.

A mobLee oferece uma plataforma que cumpre todos esses papéis e, além disso, é integrada com a venda de ingressos do seu evento. Ela é completamente informativa e orientada para resultados, permitindo que toda a divulgação do seu evento seja feita por lá de maneira eficaz e focada em converter os visitantes da página em inscritos.

Dê uma olhada no evento do Leader Conference, um de nossos cases de sucesso utilizando o Promote.

Conhecer o Promote e fazer um orçamento

O web app: principais características

De maneira concisa, podemos definir um web app como um site otimizado especificamente para dispositivos móveis.

Mas agora você deve estar se perguntando: por que eu investiria em um web app se um site responsivo já faz, basicamente, a mesma coisa?

De fato, essa é uma pergunta bastante pertinente, principalmente considerando que, mesmo desenvolvendo um desses, continua sendo importante ter um site responsivo para o seu evento.

As vantagens do web app

A grande sacada é que ele se aproxima ligeiramente da experiência de uso de um aplicativo nativo, porém com um custo de implementação inferior. O fato de serem projetados tendo em mente apenas dispositivos móveis tende a propiciar melhorias na interface do usuário, se comparados a sites responsivos visualizados em celulares.

Da mesma forma, também os torna mais eficazes no consumo de dados. Em termos de funcionalidade, pouco ou nada diferem de um site responsivo, mas é a forma como dispõem essas funções que os torna especiais.

Também em comum com os sites responsivos, os web apps têm a vantagem de, por natureza, serem multiplataforma. Já que estão inteiramente hospedados online, são acessíveis por qualquer smartphone a partir de seu navegador.

Isso reduz os custos de desenvolvimento, já que o mesmo código servirá a donos de iPhone e Android ou mesmo de plataformas menos populares. Portanto, ambos são soluções bastante flexíveis em termos de custo e funcionalidade.

Mas você precisa ficar atento, já que eles — diferentemente do aplicativo nativo — funcionam apenas quando o usuário está com acesso à internet.

Portanto, se o participante não tiver conexão em seu aparelho, ele não conseguirá acessar o aplicativo, podendo prejudicar a interação com seu evento.

Outra coisa importante para lembrar é que, com o web app, não é possível utilizar recursos do telefone, como GPS e câmera.

O aplicativo nativo: principais características

Aplicativos nativos são aqueles que normalmente nos vêm à cabeça quando pensamos no termo “aplicativo”.

Ou seja, são as aplicações disponíveis em nossos smartphones e tablets e que costumam estar acessíveis para download em lojas online como Google Play em dispositivos Android ou Apple Store em dispositivos iOS, como iPhones e iPads.

Os diferentes sistemas operacionais móveis presentes no mercado utilizam diferentes linguagens de programação, o que faz com que ele tenha de ser reescrito tendo em conta em que será instalado, justificando o uso da expressão “aplicativo nativo”.

Por conta disso, o custo e o tempo necessários a se desenvolver um aplicativo nativo costumam ser substancialmente maiores se comparados ao das opções anteriores.

Tudo sobre aplicativos para eventos

As vantagens dos aplicativos nativos

O desenvolvimento nativo traz uma série de vantagens, pois permite aproveitar melhor os recursos de hardware do dispositivo no qual está instalado, como câmera, GPS e os diversos sensores que costumam equipar celulares.

Para organizadores de eventos, talvez mais importante do que isso seja o fato de que, uma vez realizado o download do aplicativo, o participante terá acesso às informações referentes a ele, como palestrantes, programação, estandes ou mapa, mesmo que esteja sem acesso à internet.

Isso é fundamental quando consideramos os problemas frequentes nas redes de dados das operadoras de celular ou a infraestrutura de comunicação problemática que diversos pavilhões de eventos oferecem.

Apesar de suas úteis funcionalidades mesmo quando offline, aplicativos nativos têm seu uso potencializado quando conectados. Eles podem apresentar desde funções relativamente simples, como o envio de notificações informativas em tempo real para os participantes, até recursos mais complexos, como a integração com plataformas de perguntas e respostas ou mecanismos de networking entre eles.

Imagem de LM - aplicativo-100

O potencial de monetização dos aplicativos nativos

A despeito dos custos de desenvolvimento ligeiramente superiores, diferentemente de web apps e sites responsivos, aplicativos nativos para eventos costumam apresentar grande potencial de monetização, a partir da venda de espaços de patrocínio. Isso permite que diversos organizadores não apenas recuperem seu investimento, como também obtenham lucro.

A monetização pode se dar tanto pela oferta de espaços de publicidade no app quanto por meio da venda dos dados gerados pelo seu uso aos seus patrocinadores.

Enquanto as alternativas anteriores não permitem discernir entre os diferentes acessos, aplicativos nativos fornecem dados mais precisos, fazendo com que você consiga analisar o comportamento de cada um dos participantes.

Por fim, cabe ressaltar que alguns dos problemas normalmente associados à sua adoção, como dificuldades e complicação na atualização de dados, ou mesmo o tempo de desenvolvimento por vezes extenso, não necessariamente são problemas universais desse tipo de solução.

A mobLee, por exemplo, dispõe de uma plataforma que permite que nossos clientes alimentem os dados de seus aplicativos de maneira rápida e descomplicada, somando-se, ainda, a um tempo de desenvolvimento e implementação bastante reduzido.

Com ela, é possível obter diversas vantagens em relação à coleta de dados do seu público. Com essa plataforma, você tem acesso a uma série de novidades tecnológicas que vão ajudar na obtenção de melhores resultados para o seu evento.

Assim, você consegue mais engajamento e mantém os participantes atualizados de qualquer novidade, já que qualquer alteração realizada é implantada em tempo real.

Você também permite que os participantes criem uma rede de networking contínua, já que a plataforma permite a troca de mensagens entre os usuários do app. Além disso, há diversos recursos que são bastante interessantes para os participantes, como:

  • Agendas interativas com toda a programação do evento;
  • Rede social privada na qual cada um pode criar seu perfil e interagir com outros usuários;
  • Técnicas de gamification, no qual aqueles que mais interagirem no aplicativo são classificados por pontuação e os melhores colocados podem ganhar prêmios;
  • Recurso de matchmaking, onde os participantes com os mesmos interesses podem conectar-se entre si.

Conhecer mais recursos de um aplicativo

Tudo isso com o benefício de se poder capturar informações geradas em tempo real por meio do app — o que ajuda a avaliar o engajamento, a utilização do recurso de mensagens para networking e o desempenho dos banners nos espaços destinados à publicidade. Todos esses dados podem ser utilizados, por meio de uma plataforma CRM, para gerar mais leads.

A tomada de decisão

Tendo ciência das opções e das diferenças entre aplicativo nativo, web app e site responsivo, você poderá tomar uma decisão mais embasada para superar o desafio de fazer um evento de sucesso e com resultados positivos.

Se você gostou do post e das dicas, aproveite para compartilhar em suas redes sociais e mostrar o quanto você está atualizado com as novidades tecnológicas do momento!


Compartilhe esse conteúdo!

Uma caixa de correio representando a caixa de entrada de email

Ei, quer nossos conteúdos direto na sua caixa de entrada?

Mais de 25.000 empresas já recebem os nossos conteúdos gratuitos sobre produção e organização de eventos. Cadastre-se agora, receba também!